Empatia: sim, você pode mudar o mundo!

Um mundo melhor é um desejo que muita gente já considera ser fora da realidade ou extremamente difícil de conseguir. O ceticismo de apenas aceitar o mundo como ele é domina a cabeça de uma boa parte dos 7 bilhões que já somos. Afinal, como provocar mudanças positivas em tantas pessoas ao mesmo tempo por mundo ideal? Que tal com a empatia, que é o poder transformador do indivíduo?

O que a maioria dessas pessoas esquece e que eu gosto de relembrar com frequência é que não precisamos mudar todos os habitantes do planeta Terra para conseguirmos mudar o mundo de alguma forma.

E sabe por que isso acontece? Porque nos esquecemos com muita facilidade do poder transformador, a empatia, que cada indivíduo possui dentro de si. Um exemplo prático: de nada adianta para uma empresa ter políticas internacionais boas, mas não funcionar bem em seu país de origem porque os funcionários não aplicam essas políticas nos primeiros níveis da companhia. Para ser uma boa empresa, é necessário que cada funcionário incorpore seus valores e objetivos.

Essa é uma coisa que sempre falo nas workshops, palestras e encontros: você não consegue mudar o cenário maior sem mudar os indivíduos que fazem parte dele. É preciso começar por eles para que a mudança seja efetiva.

Por isso vou falar um pouquinho hoje sobre o indivíduo e o seu poder de transformar o mundo e por que isso é tão importante se quisermos ser operadores de mudança em qualquer nível de nossas vidas.

Empatia: o poder transformador do indivíduo

Para começar a entender um pouco de como cada pessoa tem dentro de si uma força transformadora, é necessário olhar para dentro. Quantas vezes você precisou superar uma situação que parecia impossível de ser solucionada? Ou continuou sua caminhada, apesar das dificuldades que surgiam e tornavam tudo mais difícil?

Isso se chama força interior. E todos nós a temos. E é ela que utilizamos quando precisamos de uma mudança. Agora imagine só alinhar a força interior de todas as pessoas do mundo por um mesmo ideal?

Calma, eu sei que isso está um pouquinho fora de questão, mas foi só um exemplo para ilustrar o quão poderosa é a nossa força interior quando ela funciona em prol das boas mudanças.

E não é à toa que cada vez mais gente, dentro e fora do mundo corporativo, estão buscando desenvolvimento pessoal. Porque elas entenderam a importância que estar bem consigo mesmo e ter força interior têm em suas vidas.

Como posso desenvolver a empatia e colocá-la em ação?

Fiz um vídeo com duas dicas práticas para que a empatia faça mais parte do seu dia a dia com um exemplo incrível do DJ Alok para inspirar você!

Aposto que você deve estar querendo exemplos práticos de como usar o seu poder de transformação em coisas boas, né? Mas antes, um porém: não existem receitas prontas para isso.

É preciso aprender a enxergar onde e como a sua força interior será mais útil em determinada situação. Mas algumas dicas simples podem te ajudar, por isso separei uma lista rápida para você.

1) Fazer a diferença na vida de alguém já é mudar o mundo

Quando a gente consegue operar alguma mudança na vida de alguém, por menor que seja, isso já significa que estamos utilizando a nossa empatia em prol de uma boa causa. Não precisamos escrever uma nova teoria da relatividade para nos considerarmos operadores da boa mudança. Basta que tenha feito a diferença para alguém.

2) Coloque o respeito acima de tudo

Somos 7 bilhões de pessoas no mundo e é impossível que todos concordem em tudo o tempo todo. Mas isso não significa que a convivência harmoniosa e respeitosa seja impossível, muito pelo contrário. Uma grande ação para praticar a empatia é respeitar as diferenças, independentemente de qualquer coisa. Plantar respeito significa colher igualdade no futuro.

3) Enxergar o humano no outro é quase sempre o melhor caminho

Está na dúvida se deve ou não fazer um comentário não muito agradável, reclamar de algo no trabalho que não vai tão bem ou optar pela fofoca e não por um feedback saudável? Pare e pense como você se sentiria se a situação estivesse invertida. Um grande sinal de que você está no caminho certo para operar boas transformações é o exercício diário da empatia, do colocar-se no lugar do outro, até mesmo daquele colega com quem você não se dá tão bem ou do chefe autoritário.

Você costuma fazer essas três coisas para desenvolver o seu poder de transformação? Que tal começar hoje? Me conta depois se ver a vida com esse novo olhar teve algum impacto no seu dia a dia, vou adorar ler a sua história!


Gostou? Então comente, compartilhe e ative as notificações clicando no sininho ali no canto para receber novos textos em primeira mão no seu e-mail. Você também pode fazer parte da nossa lista VIP do WhatsApp! Mande “Sou VIP” para o número +55 11 95074-3084 e tenha no seu celular as novidades do TGI Today!

 

HUGS & KISSES
Ligia Costa

Atualizado em

Comentários


Lígia Costa é empresária e especialista em planejamento.

LIGIA COSTA

Sou formada em Marketing pela Universidade Mackenzie, pós-graduada em Gestão Organizacional e em Relações Públicas pela Universidade de São Paulo (USP).

Saiba mais

Você está aqui porque acredita que hoje é o grande dia


É novo por aqui?

Faça parte do TGI Today