Produtividade humanizada: 4 dicas para você render mais

Acho que todo mundo sente ou já sentiu que poderia ter realizado mais tarefas no dia a dia. Ou que poderia aumentar sua produtividade de alguma forma. Essa frustração de não ter concluído o máximo de itens da lista do que precisava ser feito é um sentimento que costumava ser constante na minha vida. Até que aprendi que ser produtivo não era bem o que eu pensava. Que é possível pensar em uma produtividade humanizada e não tão mecânica.

Todo mundo quer render mais em menos tempo. É assim que muitas empresas funcionam ainda hoje: realizar o máximo no menor espaço de tempo possível é o que define a qualidade do trabalho de um funcionário.

E esse sistema não leva em conta os dias em que não estamos com 100% da nossa capacidade funcionando, quando simplesmente não dá para darmos tudo de nós no trabalho. Somos seres humanos e por isso a nossa produtividade e rendimento nunca poderá comparar-se à das máquinas.

Mas isso não significa que você não possa aplicar algumas dicas simples para aproveitar mais o seu dia e desenvolver uma produtividade humanizada na sua rotina.

Mas o que é produtividade humanizada?

A gente cobra muito de si mesmo, isso é um fato. Quando trabalhava no mundo executivo, além dessa autocobrança, ainda precisava lidar com as expectativas dos meus superiores com o meu trabalho, o que só aumentava ainda mais a tensão.

Quando sentimos que, por algum motivo, não atingimos o nosso máximo de produtividade naquele dia, vem o sentimento de incapacidade e a gente começa a se desvalorizar. Aposto que você, que acabou de ler essa frase, já deve ter feito isso muitas vezes.

Isso acontece porque as formas instauradas do capitalismo nos impelem para essa necessidade de produzir sem interrupções. Mas no capitalismo consciente, no qual você vive e trabalha de maneira responsável e que valoriza o humano, é possível ter uma noção diferente de rendimento: a produtividade humanizada.

Produtividade humanizada é quando você realiza muito bem algumas poucas tarefas, sem deixar pontas soltas, mas sem acabar o seu expediente com aquela sensação de esgotamento físico e emocional, infelizmente tão comum aos funcionários das grandes empresas.

Não cobrar-se além do necessário e aprender que qualidade está acima de quantidade na hora de trabalhar também é parte dessa visão de produtividade humanizada. Estabeleça um número menor de metas para aquele dia, mas que sejam realmente atingíveis dentro do espaço de tempo que você possui.

E como ter uma produtividade humanizada?

Eu não comecei a pensar a produtividade de uma forma diferente do dia para a noite. Precisei começar de algum lugar para perceber que a maneira como eu enxergava o rendimento não era a mais correta.

E você pode ver a sua produtividade diária de uma forma diferente e mais humanizada.

Separei essas 4 dicas simples de aplicar e uma bônus que uso todos os dias para que você saiba por onde começar.

1) Alie motivação e disciplina

Quantas vezes não nos pegamos pensando “hoje não estou motivado, o trabalho não vai sair legal” ou “estou tão desmotivado, não quero fazer nada hoje”. Sentir motivação e propósito no que você faz é muito importante e influencia a qualidade do seu trabalho. Além de definir como ele vai impactar o mundo ao redor.

Porém, não é todo o dia que vamos nos sentir extremamente motivados para realizar alguma coisa. Por isso, é importante que você saiba ter a disciplina para fazer o que precisa ser feito, mesmo nos dias em que as energias não estão 100% carregadas.

E uma dica para você que quer diminuir cada vez mais os dias sem motivação: encontrar um trabalho com propósito é um caminho certeiro para uma vida com mais ânimo e bons estímulos.

2) Tenha controle dos seus compromissos

Sentir que está se afogando em compromissos e tarefas por fazer é uma sensação muito ruim, não importando onde ou com o que você trabalha. E isso acontece quase sempre não apenas por uma falta de organização da agenda, mas também por talvez você dizer poucos nãos!

Ao distribuir bem os seus compromissos dentro dos horários disponíveis na sua agenda, você consegue saber onde deve estar e o que deve estar fazendo todos os dias. Assim as tarefas não se acumulam e você não precisa trabalhar além do expediente para compensar.

Falando como uma adepta incorrigível da agenda do Google, ter lembretes de eventos, reuniões e prazos de entrega facilita muito. E tira um pouco do peso de precisar saber tudo de cabeça o tempo todo. A tecnologia está aí e temos que usá-la a nosso favor para deixar a rotina mais simples.

3) Entenda o novo conceito de produtividade

Olhe para si mesmo, pare e pense: o ritmo de trabalho que você está vivendo atualmente é o que você considera ideal? Você está chegando cada vez mais cansado em casa e não tem ânimo para fazer nada para seu próprio lazer?

Se respondeu “sim” a essas perguntas, você precisa mudar a forma como enxerga a produtividade. O primeiro passo é entender que fazer milhares de coisas nem sempre é ser produtivo. Precisamos ter equilíbrio mental, físico e espiritual para sabermos priorizar nossas tarefas.

Quanto mais nos conhecemos, mais praticamos o auto-respeito e aprendemos a fazer escolhas entre quais tarefas devemos assumir e quais devemos delegar ou até mesmo excluir de nossa agenda.

Outro aspecto importante é se cobrar menos. Trace metas possíveis, diminua o número de itens na lista para aumentar a qualidade com que conclui cada um deles. Pense na produtividade humanizada. Com ela, você não precisa fazer o seu máximo, mas, sim, o seu melhor.

4) Separe tempo para recarregar as energias

Ter tempo de lazer e de descanso parece uma realidade cada vez mais distante para muita gente. E não deveria ser assim. Nossos finais de semana devem ser momentos de descanso e diversão com nossa família e amigos. Mas muitas vezes acabamos levando trabalho para casa e não conseguimos recarregar as energias.

Energia não é algo que se compra em prateleira de supermercado. Energia precisa ser gerada. Você gera energia estando em contato com a natureza  e curtindo o silêncio. Fazendo esporte, arte ou viajando. Lendo um bom livro, andando descalço… Enfim, é fundamental gerar a energia necessária para a sua semana e para cada dia da sua vida.

Tudo tem um momento certo e é muito importante que você saiba separar o trabalho do restante da sua vida. Ter esse descanso é essencial para uma vida equilibrada e saudável. Nossa profissão é parte importante das nossas vidas, mas nunca deve ocupar todo o nosso tempo. Use os finais de semanas e feriados para mudar de cenário.

Bônus: comece a enxergar o hoje como a melhor oportunidade

O dia de hoje é o único que temos. Sabe por que sempre digo isso? Porque para ontem resta apenas a reflexão e para amanhã somente planos. Apenas hoje podemos fazer alguma coisa prática que mude a nossa vida para melhor.

Viver o agora pode ser difícil neste mundo onde constantemente nos cobram planos a longo prazo. Mas nunca é impossível misturar as duas coisas. Separe um tempo para planejar o futuro, mas não viva o dia de amanhã a todo o momento! Isso pode fazer você esquecer de aproveitar o hoje!

 

Gostou das dicas de produtividade humanizada? Então me conta onde você vai aplicá-las na sua vida, vou adorar ler a sua história!

HUGS & KISSES

Ligia Costa

Comentários


Lígia Costa é empresária e especialista em planejamento.

LIGIA COSTA

Sou formada em Marketing pela Universidade Mackenzie, pós-graduada em Gestão Organizacional e em Relações Públicas pela Universidade de São Paulo (USP).

Saiba mais

Você está aqui porque acredita que hoje é o grande dia


É novo por aqui?

Faça parte do TGI Today