O que a superação de Gisele Bündchen e Rafaela Silva pode te ensinar?

Você, assim como eu, deve estar vivendo intensamente. Quantos aprendizados, choros, eliminações, perdas, vitórias, decepções, ansiedades, nervosismos, mãos suando frio, irritações, desprezos, palmas, alegrias, dores, felicidades, amores, vergonhas, tristezas, gargalhadas, gritos.

Fora a insônia, a vontade de assistir novamente televisão, união da família, torcida, fé, crença, segurança, insegurança, motivação, acreditar, voltar a sonhar, relembrar nossa infância, nos orgulharmos daqueles que nunca ouvimos falar, gente bonita, saudável, raiva, doping, falta de tempo de assistir e acompanhar tudo que você gostaria.

Tá diferente, tá bacana

Depois de alguns anos, meu desejo é que estes sentimentos e emoções reativem um pouco da positividade e do orgulho em sermos brasileiros. Mais do que isso, que nos encoraje a seguir a filosofia do nosso orgulho nacional, a modelo Gisele Bündchen, que costuma falar o seguinte:

“Eu nunca reclamei. Eu sempre quis fazer o meu melhor! Quando eu escolho fazer alguma coisa, eu faço bem feito. Eu luto todos os dias para ser a melhor pessoa que eu posso ser. Se eu decidir limpar meu apartamento, você poderá comer no chão”

Gisele não é atleta e sim uber model, mas esteve presente na festa de abertura das Olimpíadas 2016. Mas ela só é quem ela é, não apenas pela sua beleza, mas pela sua atitude, personalidade, sua garra, fé e a batalha diária para ser melhor a cada dia.

Tudo bem? Gisele é muito distante de nós, se transformou em uma celebridade, mas o que você diria da Rafaela Silva, a judoca que emocionou o país com sua vitória e medalha de ouro na Olimpíada Rio 2016?

“O macaco que tinha que estar na jaula hoje é campeão”, desabafou Rafaela, que foi vítima de ataques racistas, após a eliminação na Olimpíada de Londres (2012). A judoca entrou em depressão e, quatro anos depois, em seu país, transformou-se em exemplo de persistência e resiliência.

Talvez a Rafa também seja distante para você. Veio de uma comunidade, família muito simples, nunca teve ajuda do governo, passou por dificuldades, batalhou sozinha pelo seu sonho olímpico.

O que Rafa e Gisele tem em comum? A superação

Simples: buscam se superar a cada dia. Querem ser melhor a cada dia. Independente de suas profissões, elas tem a disciplina e a clareza dos seus objetivos e sonhos. Treinam e batalham todos os dias para conquistá-lo.

As olimpíadas vão acabar, a euforia do momento desaparecerá e muito em breve voltaremos a rotina do nosso dia a dia mais motivados e esperançosos de que é possível acreditarmos em nós mesmos e que nossos sonhos também devem ser respeitados e, principalmente, alcançados.

E você, onde fica nessa história? Aqui está o segredo e o convite. O que você acha em alinhar seu propósito pessoal e profissional a partir de agora? Quer acreditar no seu sonho? Monte seus planos, planeje-se e de o primeiro passo.

Não deixe que a tocha olímpica apague dentro de você. Seja a superação que você precisa. Acredite em seus sonhos, desenhe seu caminho, inspire-se nos atletas, reative sua garra e motivação de viver com mais significado.

Faça tudo isso hoje! Eu posso ajudar você. Quer o passo a passo para essa transformação e superação? Acesse o TGI Business Academy.

Ops, mais um recado: cuidado, não deixe desta vez o Pokemon roubar seu sonho.


Gostou? Então comente, compartilhe e ative as notificações clicando no sininho ali no canto para receber novos textos em primeira mão no seu e-mail. Você também pode fazer parte da nossa lista VIP do WhatsApp! Mande “Sou VIP” para o número +55 11 99819-2758 e tenha no seu celular as novidades do TGI Today!

 

HUGS & KISSES
Ligia Costa

Atualizado em

Comentários

Faça parte do TGI Today