3 dicas para transformar a competição em cooperação

Competir é um traço de personalidade que é constantemente encorajado no nosso dia a dia. Muitos vivem em função de serem melhores do que o colega de trabalho, do que os familiares e até mesmo do que o companheiro. Estar sempre no topo é o objetivo, não importando muito os motivos que te levaram até ali. Mas você sabia que esse tipo de comportamento pode ser muito prejudicial? E por isso vou ensinar você a transformar a competição em cooperação.

Até pouco tempo atrás, ter um perfil competitivo era visto como algo positivo pelas empresas na hora de contratar um funcionário. Saber que ele competiria naturalmente com os concorrentes significava trazer crescimento para a companhia.

Mas a competitividade traz muitos impactos negativos para a vida de quem tem esse perfil mais ambicioso. Alguns deles são:

1) Sentir que não é bom o suficiente
2) Achar que o que os outros possuem ou fazem é sempre melhor
3) Criação de mal estar no ambiente de trabalho

Se você tem esse tipo de perfil ou foi impelido a tê-lo por conta do cargo que ocupa ou empresa que trabalha, já deve ter vivenciado situações desagradáveis por conta da competição excessiva. E elas te fizeram sentir que precisava de uma mudança para uma vida com mais qualidade, não é?

Quando eu vivenciava diariamente a necessidade por resultados e números do mundo corporativo, me sentia contaminada pelo excesso de competitividade. Muitas vezes acabava trazendo essa energia para a minha vida pessoal e só tardiamente percebia como aquilo a estava afetando.

Saber enxergar os limites da competitividade é essencial para ter bom relacionamento no trabalho e na vida. Por isso, nesse texto dessa semana, separei 3 dicas para que você consiga transformar a competição em cooperação. Vamos lá?

3 dicas para transformar a competição em cooperação

1) Entenda que a única pessoa com a qual você concorre é você mesmo

“Ligia, então tudo isso significa que nenhum tipo de competição é benéfico para o trabalho e para a vida pessoal?”. Minha resposta é não! Existe sim um tipo de competição que, na dose certa, pode ajudar você a evoluir. A competição com você mesmo.

Entenda que cada pessoa é diferente, com uma história de vida única que a levou até onde está hoje. Por isso, comparar-se com quem quer que seja nunca vai ser uma comparação legítima, já que cada pessoa é única.
Use a competição consigo mesmo para estar sempre motivado e em busca de evolução no trabalho e na vida pessoal. Pense sempre “como posso ser melhor do que era ontem?”. Essa é a primeira dica que vai ajudar você a transformar competição em cooperação.

2) Desenvolva sua capacidade de sentir empatia

Colocar-se no lugar do outro é um exercício que pode ser muito benéfico na hora de transformar a competição em cooperação. Quando você sente empatia pelos colegas de trabalho, pelo chefe e pelos clientes, trabalhar em equipe fica muito mais fácil.

Ao apropriar-se dos problemas e dificuldades deles, você consegue deixar um pouco de lado o ego. E isso torna você capaz de buscar soluções melhores em conjunto para resolver os problemas do dia a dia no trabalho.

Quando você se compadece do que o outro está sentindo e pelo que ele está passando, a gentileza torna-se um traço mais presente na sua personalidade e permite que você leve a vida com mais leveza em todos os aspectos.

3) Deixe de lado o hábito de fazer tudo sozinho

Quando você decide parar de competir com os outros e busca transformar a competição em cooperação, você começa a entender que não precisa dar conta de tudo sozinho. É muito comum que pessoas extremamente competitivas não deleguem tarefas porque são perfeccionistas e não desejam dividir o mérito do sucesso.

Mas é sempre importante lembrar que, ao fazer tudo sozinho, se o mérito não é dividido, o fracasso também não é. E há muitas chances de você se sobrecarregar e não dar conta de resolver nada ao tentar solucionar tudo.

Desenvolver a sua habilidade de trabalhar em equipe é uma dica muito valiosa se você está buscando transformar a competição em cooperação. Cada pessoa possui uma habilidade que pode ser valiosa para a realização de um projeto. Tenha sempre em mente que, quando cada um dá o seu melhor, ninguém fica sobrecarregado e as chances de resultados positivos ficam ainda maiores.

 

Qual a sua maior dificuldade quando o assunto é transformar competição em cooperação? Conta para mim nos comentários, vou adorar ajudar você nessa nova fase de mudança!

Hugs & Kisses

Ligia Costa

Comentários


Lígia Costa é empresária e especialista em planejamento.

LIGIA COSTA

Sou formada em Marketing pela Universidade Mackenzie, pós-graduada em Gestão Organizacional e em Relações Públicas pela Universidade de São Paulo (USP).

Saiba mais

Você está aqui porque acredita que hoje é o grande dia


É novo por aqui?

Faça parte do TGI Today